terça-feira, 27 de setembro de 2016

PASSAGEM DE MARCHAS E DESEMPENHO

Não sou especialista no assunto mas gosto de pesquisar e também passar um pouco do que vivencio no dia a dia. E hoje trago um assunto que pode ser útil para algumas pessoas.

Muita gente que inicia na modalidade do ciclismo, sempre tem dúvidas sobre as marchas da bicicleta e como passar elas. Principalmente em conseguir melhor desempenho ao pedalar. 
Buscar conhecer a bike que você tem é importante, claro que uma ajuda profissional de um Bike Fit faz a diferença, pois ajusta a bike ao seu biotipo, porém para os que iniciam no ciclismo conhecimentos básicos são fundamentais para melhorar o desempenho do esporte. 

A bike com marchas ajuda e muito no desenvolvimento e no ritmo do ciclista, porém deve-se ter conhecimento para que a utilização das marchas não se torne um problema quando você pedalar.
Conhecimento básico é saber qual lado fica cada alavanca de câmbio na bicicleta. 

No geral, a utilizada pela mão direita sempre mexe com o câmbio traseiro, que são as marchas sejam na catraca ou no cassete. 
A alavanca de câmbio utilizada pela mão esquerda sempre mexe no câmbio dianteiro que passa as marchas nas coroas. 

Dica: Utilizando no câmbio das coroas a 2, ou seja a coroa do meio você tem acesso a todas as marchas passadas pela alavanca do câmbio traseiro (catraca ou cassete). Com isso você pode ir alternando as marchas de acordo com o seu desenvolvimento no pedalar. Importante: em aclives (subidas), você deve colocar a alavanca de câmbio dianteiro (mão esquerda) na marcha 1, e na mão direito, dependendo desta subida utilizar entre as marchas 2 ou 1. Isso faz o pedalar ficar mais leve e assim poder subir sem tanto esforço. Claro que você aos poucos vai se adaptando e poderá testar outras marchas para ter melhor desempenho nas subidas. 


Se num percurso normal sentir que o pedalar esta muito pesado, você pode aliviar trocando de marchas na alavanca da mão direita. Isso é intuitivo e você vai encontrando um ritmo melhor para obter melhor desempenho ao pedalar. 

Importante: Conhecer o sistema que você utiliza na sua bicicleta faz toda diferença, nas catracas ou cassetes, há variação da quantidade de cogs (que são os discos dentados que compõe esses sistemas), essa quantidade representa a quantidade de marchas que você possui na bike. 

Mas não se assuste, no inicio todos nós temos dúvidas quanto cada um, e qual alavanca utilizar. E outro ponto é conhecer o funcionamento destas alavancas, pois dependendo do modelo é preciso saber qual ou em que posição deve estar para que a marcha seja ajustada tanto na menor quanto na maior. Mas é algo que com a prática você poderá se ajustar bem ao modelo que utiliza. 
Enfim, uma boa dica é sempre passar as marchas de maneira a fazer do passeio um momento agradável e prazeroso, o importante também é fazer os ajustes para que a corrente possa trabalhar corretamente e não sair de lugar, uma dica: Caso a corrente saia na coroa maior ou seja para fora, volte uma marcha que pedalando ela retorna para a posição anterior sem precisar parar a bicicleta. Mas é sempre bom manter a bike com os câmbios ajustados corretamente para evitar esse tipo de situação. 

Se tiver mais dúvidas recomendo procurar vídeos sobre o assunto, pois pesquisar sempre ajuda e tem bons canais no Youtube que mostram cada componente e o que precisa ser feito. Sem esquecer de ir num mecânico de sua confiança e obter ajuda para esses ajustes. Obrigado por sua atenção e aproveite os passeios e trilhas que fizer. Seja bem vindo ao mundo de quem pedala. 

Texto: Josenilson Araújo
Fotos: Arquivo pessoal